Google Analytics – todos os registros de alterações dos SDKs e da API de coleta

Esta página documenta todas as alterações feitas nas APIs de coleta e SDKs do Google Analytics. Ela inclui registros de alterações do acompanhamento da Web (ga.js), do SDK para Android e do SDK para iOS. Recomendamos que você verifique periodicamente essa lista para encontrar novos comunicados. Também é possível se inscrever para receber as alterações por meio dos feeds mostrados na seção Inscrever-se abaixo.

Inscrever-se nos registros de alterações relacionados

Inclui todas as APIs de coleta, configuração e relatórios.

Inclui acompanhamento da Web (ga.js e analytics.js), SDK para Android, SDK para iOS e Protocolo de avaliação.

Os URLs "android-app://" foram adicionados como uma origem de referência válida.

Esta versão adicionou a nova tarefa customTask.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora há compatibilidade com o iOS 10, e alguns bugs foram corrigidos.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos algumas falhas.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um problema que causava uma falha ao executar os testes de unidade.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível usar bitcode.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar bitcode.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos um problema que causava falhas ao usar o comando setCampaignParametersFromUrl. Consulte o Issue 636.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos uma divergência entre nomes de classe. Consulte o Issue 631.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível fazer envios em segundo plano em dispositivos que não usam o Google Play.
  • O Logger/LogLevel do Google Analytics deixou de ser usado. Agora, o produto utiliza a geração de registros do Android. Para ativar o registro de depuração, execute adb shell setprop log.tag.GAv4 DEBUG.
  • Aplicamos uma refatoração para otimizar a entrega de dados e a atribuição de campanhas de instalação.
  • Corrigimos o bug na análise de campanhas. Consulte o Issue 596.
  • Agora é possível relatar corretamente as exceções de aplicativos não gerenciadas durante os primeiros segundos da inicialização do Google Analytics. Consulte o Issue 443.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora você pode informar a resolução da tela usando o nativeBounds no iOS 8.0 e nas versões mais recentes. Isso resolve o Issue 504.
  • Agora é possível utilizar parâmetros de campanha relacionados a cliques.
  • Você já pode informar o modelo de hardware do iOS e a versão do SO do dispositivo. Isso resolve o Issue 408.
  • Já é possível informar a atribuição de instalação do iAd no iOS 7.1 e nas versões mais recentes. Isso exige a estrutura do iAd.
  • Incluímos um aviso sobre a desativação do tipo de hit "appview".
  • O SQLite3 passou a ser uma biblioteca obrigatória.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um erro de string nula no TAGDispatcher.

Esta versão adicionou um novo campo. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Transporte

  • O campo transporte permite definir o mecanismo com que os hits serão enviados.

Outras alterações

  • A opção useBeacon deixou de ser usada.
  • Alguns bugs foram corrigidos.

Esta versão adicionou um novo parâmetro de hit. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Fonte de dados

  • O parâmetro Fonte de dados ds permite definir a fonte de dados de um hit.

Esta versão adicionou um novo campo. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Fonte de dados

Esta versão adicionou um novo parâmetro de hit. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Geographical Override

  • O parâmetro geoid Geographical Override permite definir explicitamente a localização geográfica do usuário.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos um problema em que nenhum beacon era enviado quando o usuário tentava realizar essa ação.
  • O aplicativo de amostra CuteAnimals foi atualizado para demonstrar como fazer envios quando o app fica em segundo plano.
  • Foram disponibilizados mais campos de comércio eletrônico avançado.
  • Removemos as mensagens de aviso sobre a ausência das classes GAIHit e GAIProperty ao compilar seu aplicativo no SDK para iOS 8.0. Essas classes foram excluídas.
  • O envio de beacons passou a ser mais eficiente. Vários deles são enviados em uma única solicitação HTTPS.
  • As solicitações serão compactadas para usar menos dados em determinadas circunstâncias.

Gerenciador de tags do Google

  • Desativamos o openContainerWithId com base no TAGContainerFuture. Se você usar essa API no iOS 8, serão exibidos erros quando o método "get" for chamado em algumas fases do ciclo de vida do UIAppDelegate.
  • Agora é possível utilizar métricas e dimensões personalizadas para comércio eletrônico avançado na tag do Google Universal Analytics.
  • Corrigimos um bug em que algumas ações de comércio eletrônico avançado que deveriam ter definições de produto opcionais continham definições obrigatórias.
  • Você já pode usar recursos do código de publicidade na tag do Google Universal Analytics.
  • O aplicativo de amostra CuteAnimals foi atualizado para demonstrar como enviar dados quando o app fica em segundo plano.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Gerenciador de tags do Google

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado na tag do Google Universal Analytics.
  • Os novos métodos dispatch e dispatchWithCompletionHandler foram adicionados à classe TAGManager.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado. Para mais detalhes, consulte o guia do desenvolvedor sobre esse recurso.
  • Agora, o ID do cliente será redefinido sempre que o código de publicidade for alterado.
  • Por padrão, a coleta do código de publicidade ficará desativada.
  • Foram adicionadas APIs programáticas para gerar relatórios de exceções.
  • Corrigimos alguns bugs na documentação.
  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações no Gerenciador de tags do Google.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • O SDK passará a coletar o IDFA e a sinalização de acompanhamento de publicidade ativado se a biblioteca libAdIdAccess.a (fornecida como parte do SDK) estiver presente no aplicativo e a propriedade allowIDFACollection estiver definida como "true" no rastreador.
  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado.
  • O tipo de hit "screenview" agora é utilizado no lugar de "appview".
  • Passamos a adicionar um parâmetro de código a cada hit. Esse parâmetro é alterado sempre que um hit "appview", "screenview" ou "pageview" é gerado.
  • O ClientId agora é redefinido toda vez que o valor do IDFA é modificado. Isso só acontece quando o IDFA é coletado em um rastreador.
  • Um novo método dispatchWithCompletionHandler foi adicionado à classe GAI.
  • Corrigimos um problema em que o SDK podia enviar um beacon sem um clientId ou com essa opção em branco.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.
  • Os hits que não contêm um ID de acompanhamento válido agora são descartados.
  • Atualizamos a lista de origens orgânicas compatíveis.

    • Removidas: Netscape, About, Mamma, Voila, Live, Wirtulana Polska, Yam, Ozu.
    • Adicionadas/atualizadas: Baidu, DOCOMO, Onet, Centrum, Sogou, Tut.By, Globo, Ukr.net, So.com, au one.
  • Atualizamos a lista de origens orgânicas compatíveis.

    • Removidas: Netscape, About, Mamma, Voila, Live, Wirtulana Polska, Yam, Ozu.
    • Adicionadas/atualizadas: Baidu, DOCOMO, Onet, Centrum, Sogou, Tut.By, Globo, Ukr.net, So.com, au one.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Adicionamos o campo "User ID".

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um bug na macro do código de publicidade para que ela consiga retornar o identificador de publicidade (IDFA), se disponível.
  • Também corrigimos um problema para que os usuários possam usar o NSNumber em dados de comércio eletrônico.

Nesta versão, substituímos o tipo de hit appview, adicionamos parâmetros e renomeamos alguns deles. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Substituição do appview

  • O tipo de hit appview foi substituído por screenview. Atualize seu código de acompanhamento de aplicativos o quanto antes para usar screenview em vez de appview.

Novos parâmetros

Renomeação de parâmetros

  • O parâmetro Descrição do conteúdo passou a ser chamado de Nome da tela. O nome do parâmetro de consulta, cd, permanecerá igual.

Esta versão substituiu o tipo de hit appview e adicionou novos campos. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Substituição do appview

  • O tipo de hit appview foi substituído por screenview. Atualize seu código de acompanhamento de aplicativos o quanto antes para usar screenview em vez de appview.

Novos campos

Outras alterações

  • A saída de depuração foi aprimorada.
  • Corrigimos diversos bugs de pré-renderização.
  • Agora é possível usar APIs de pré-renderização sem prefixo. A pré-renderização funciona no IE11 e no Chrome.
  • Também corrigimos alguns pequenos bugs na compatibilidade com o vinculador.
  • A pesquisa segura do Yahoo agora é classificada corretamente como uma origem orgânica.
  • Agora é possível usar APIs de pré-renderização sem prefixo. A pré-renderização funciona no IE11 e no Chrome.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • O SDK começará a preencher o parâmetro Application Id (&aid) por padrão.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar a macro de Experimentos de conteúdo do Google Analytics.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações no Google Analytics.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar a macro de Experimentos de conteúdo do Google Analytics.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações diretamente no Google Analytics. Os usuários do produto perceberão que o Gerenciador de tags do Google não depende mais do AdSupport.framework por padrão. Isso pode ajudar a resolver o Issue 387.

Gerenciador de tags do Google

  • As funções que chamam a API AdSupport.framework agora são incluídas nesta outra biblioteca: libAdIdAccess.a. Os aplicativos precisam estar vinculados a essa biblioteca para ter acesso à string do identificador de publicidade (IDFA) e à sinalização de acompanhamento de publicidade ativado.
  • Os parâmetros do vinculador não são mais ignorados ao navegar em domínios com diferentes níveis de zoom no Firefox.
  • Corrigimos um problema de carregamento de determinados URLs na Análise de Página.
  • A saída do modo de depuração foi aprimorada.
  • Esta é uma versão de manutenção.

Novidades desta versão: * Não é mais necessário incluir AdSupport.framework. * Removemos um código que não era mais utilizado.

Novidades desta versão: * Agora é possível usar o SDK para iOS 7.0 de 64 bits. * Removemos libGoogleAnalytics_debug.a, que fazia parte da biblioteca libGoogleAnalyticsServices.a. * Excluímos o arquivo de criação do CuteAnimals do Google Analytics.

  • Esta é uma versão de manutenção.

Novidades desta versão: * Corrigimos uma divergência com o SDK de buffer do protocolo. * Também eliminamos um erro no vinculador que acontecia quando a remoção de códigos estava ativada.

Novidades desta versão: * Lançamento da sexta versão Beta. * Fizemos uma alteração para evitar uma exceção de tempo de execução quando um aplicativo que segmenta o KitKat (API nível 19) usa o SDK.

Novidades desta versão: * Segundo lançamento da versão 3.0. * Fizemos uma alteração para evitar uma exceção de tempo de execução quando um aplicativo que segmenta o KitKat (API nível 19) usa o SDK.

Novidades desta versão:

  • Corrigimos um erro no link que acontecia quando o usuário segmentava o iOS 7.0.

Novidades desta versão: * Primeiro lançamento da versão 3.0. * A API do SDK foi modificada para se alinhar à analytics.js. Os métodos track e send foram removidos. Use send e os métodos "construct" GAIDictionaryBuilder. * A maioria das propriedades no protocolo GAITracker foi excluída. Utilize set nos vários campos. * Todos os parâmetros definidos por meio do método set serão mantidos. Antes, vários parâmetros só eram definidos para a próxima chamada "send/track". * O protocolo GAILogger já está disponível para quem quiser implementar o próprio registro personalizado no SDK. * Alteramos os requisitos mínimos do sistema. Para mais detalhes, consulte o arquivo Readme.txt. * Todas as atividades do SDK (acesso ao banco de dados e à rede) agora são realizadas em uma linha de execução diferente. * Agora é possível analisar o clientId. Basta chamar [tracker get:kGAIClientId]. Essa chamada será bloqueada até que o clientId possa ser lido pelo banco de dados. * O SDK deixou de usar POST, exceto quando o hit tiver mais de 2.000 bytes. Ele utilizará GET. * O SDK não tentará mais reenviar hits com base no código de resposta HTTP.

Novidades desta versão: * Primeiro lançamento da versão 3.0. * A API do SDK foi reescrita para se alinhar mais à analytics.js. Para mais detalhes, consulte o Javadoc e o /analytics/devguides/collection/android/v3/. * Todos os métodos track e send foram removidos. No lugar deles, será possível usar o "send" e os métodos "construct" correspondentes na classe MapBuilder para enviar hits. Veja a classe Fields para conferir uma lista de constantes que você pode utilizar para criar hits com set e send. * Várias propriedades também foram removidas, incluindo useHttps, anonymizeIp, entre outras. Você pode definir/redefini-las usando o comando set. * O EasyTracker agora estende o Tracker. Não é preciso chamar o EasyTracker.getTracker para fazer chamadas diretas de acompanhamento. * O SDK não executa mais a sinalização de controle da sessão na inicialização. Agora os desenvolvedores determinam se é necessário criar uma nova sessão. O EasyTracker ainda cuida do gerenciamento da sessão. * O SDK passou a ser compatível com uma classe de registro personalizada. Para mais detalhes, consulte o Logger no Javadoc. * O modo dryRun foi adicionado. * Agora é possível analisar o clientId. Basta chamar tracker.get(Fields.CLIENT_ID). Essa chamada será bloqueada até que o clientId seja carregado a partir do armazenamento persistente. * O SDK não tentará mais reenviar hits com base no código de resposta HTTP.

Novidades desta versão: * Lançamento da quinta versão Beta. * Corrigimos um bug de análise de exceções do EasyTracker. Quando uma sinalização ga_reportUncaughtExceptions estava definida, não inicializávamos o analisador de exceções e, consequentemente, não era feita a revisão do local de uma exceção não identificada. Com essa correção, os relatórios de Falhas e exceções informarão esses locais quando ga_reportUncaughtExceptions estiver definido como "true".

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • Agora é possível especificar moedas locais usando _set (por exemplo: gaq.push(['_set', 'currencyCode', 'EUR'])).

Novidades desta versão:

  • A partir de agora, o valor padrão do appVersion será igual ao valor de CFBundleShortVersionString, não de CFBundleVersionKey.
  • O protocolo padrão passou a ser HTTPS, em vez de HTTP.
  • Alguns métodos "track" foram renomeados para "send" (por exemplo, trackView agora se chama sendView).
  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Novidades desta versão: * Lançamento da quarta versão Beta. * O SDK agora respeita a configuração de taxa de amostragem. Se você já tiver definido essa taxa como um valor diferente de 100%, perceberá uma redução correspondente em algumas das suas métricas do Google Analytics se comparadas à terceira versão Beta. * Alguns métodos "track" foram renomeados para "send" (por exemplo, trackView agora se chama sendView). * Agora é possível usar moedas locais por meio do Transaction.setCurrencyCode. * Você já pode utilizar HTTPS como padrão em vez de HTTP. * O SDK não tentará mais enviar hits se não houver uma conexão de rede. * Os ANRs não serão mais usados ao tentar gerenciar dados de campanhas de instalação. * As classes TrackedActivity foram removidas do SDK. * A inicialização do SDK não será mais realizada na thread de IU principal. * Aprimoramos a capacidade de recuperação do SDK a partir de um banco de dados SQLite corrompido. * Corrigimos outros bugs e falhas.

Novidades desta versão:

  • A arquitetura armv7s foi incluída na libGoogleAnalytics.a.
  • Removemos a arquitetura armv6 da libGoogleAnalytics.a.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:

    • Removemos a versão NoThumb da biblioteca.
    • Não é mais possível usar armv6.
  • Novos recursos:

    • Você já pode utilizar armv7s (para iPhone 5).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos a migração de variáveis personalizadas do SDK de versões anteriores à 1.5 para o SDK da versão 1.5.
    • Agora o usuário pode definir restrições de dados em segundo plano.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Os métodos do protocolo GANTrackerDelegate passaram a ser opcionais.
    • Os eventos agora incluem a última visualização de página que foi rastreada (utmp).
  • Novos recursos:
    • Agora é possível utilizar até 50 variáveis personalizadas. Observação: esse recurso só está disponível para usuários do Google Analytics Premium.
    • Atualizamos o aplicativo de exemplo BasicExample.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:

    • Corrigimos o problema de vazamento de memória.
    • Os eventos agora incluem a última visualização de página que foi rastreada (utmp).
  • Novos recursos:

    • Agora é possível utilizar até 50 variáveis personalizadas. Observação: esse recurso só está disponível para usuários do Google Analytics Premium.

Novidades desta versão:

  • Adicionamos o método de acompanhamento social ao GAITracker:
    • trackSocial:withAction:withTarget:
  • A assinatura do método de tempo foi alterada para:
    • trackTiming:withValue:withName:withLabel:
  • Os métodos manuais de envio e construção foram incluídos no GAITracker:
    • set:value:
    • get:
    • send:params:
  • Adicionamos os métodos do definidor de dimensões personalizadas ao GAITracker:
    • setCustom:dimension:
    • setCustom:metric:
  • A arquitetura do armazenamento de dados foi refatorada para evitar os problemas de CoreData.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível usar dimensões e métricas personalizadas.
  • Você já pode fazer o acompanhamento de interações sociais.
  • A classe StandardExceptionParser passou a ser pública.
  • Corrigimos falhas que ocorriam durante a inicialização do SDK.
  • As transmissões INSTALL_REFERRER não serão mais ignoradas em alguns dispositivos.
  • Corrigimos o ConcurrentModificationExceptions na classe GoogleTracker.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • Agora o sampleRate utiliza precisão dupla.
  • Começaremos a limitar o acompanhamento excessivo.
  • As informações de acompanhamento não enviadas serão excluídas se o recurso "opt-out" estiver ativado.
  • As informações de acompanhamento com mais de 30 dias não enviadas serão excluídas.
  • Fizemos algumas melhorias no expedidor de hits.
  • Agora, em vez de tentar reenviar periodicamente, o expedidor usará a API Reachability se a conexão for perdida para ser notificado quando ela voltar.
  • O aplicativo de exemplo foi atualizado.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • A interface do EasyTracker foi simplificada.
  • O controle de envio foi migrado para uma nova classe: GAServiceManager.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • O sampleRate agora utiliza precisão dupla.
  • Começaremos a limitar o acompanhamento excessivo.
  • As informações de acompanhamento não enviadas serão excluídas se o recurso "opt-out" estiver ativado.
  • As informações de acompanhamento com mais de 30 dias não enviadas serão excluídas.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • Já é possível usar o recurso de tratamento de exceções não identificadas.
  • Removemos a propriedade dispatchEnabled do GAI.
  • A propriedade defaultTracker foi adicionada ao GAI.
  • Incluímos o método close no GAITracker.
  • O método de acompanhamento de tempo foi adicionado ao GAITracker.
  • O método trackView foi incluído no GAITracker, que não aceita argumentos.
  • Os nomes dos campos de itens de transações foram atualizados.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • Agora o valor de evento é interpretado como um número inteiro de 64 bits.
  • A forma de geração de códigos do ARMv6 foi alterada de THUMB para ARM.

Novidades desta versão:

  • O método startSession foi removido. Agora é necessário usar setStartSession.
  • O parâmetro ga_sessionTimeout foi adicionado ao EasyTracker.
  • Implementamos o modo de economia de energia.
  • O método trackView foi incluído no GAITracker, que não aceita argumentos.
  • Corrigido um bug que impedia os parâmetros de exceção de serem enviados em hits.
  • Quando não for possível analisar hits do banco de dados, eles serão descartados. Deixaremos de bloquear permanentemente o envio de todos os hits.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • O tipo de hit "timing" foi implementado.
  • Também implementamos os tipos de hit de comércio eletrônico (transaction e item).

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • A taxa de amostragem de velocidade do site máxima permitida (_setSiteSpeedSampleRate) aumentou de 10% para 100%.
  • O método _setAccount agora remove espaços adicionais no início e no fim.

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • Atualizamos a lista de mecanismos de pesquisa orgânica que são detectados por padrão. Foram adicionadas as opções "startsiden.no", "rakuten.co.jp", "biglobe.ne.jp" e "goo.ne.jp". Removemos "search" e incluímos "conduit.com", "babylon.com", "search-results.com", "avg.com", "comcast.net" e "incredimail.com", que eram atribuídos em conjunto como "search".

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • O limite do tamanho da variável personalizada aumentou de 64 para 128 caracteres. Além disso, o tamanho é verificado antes da codificação do URL.
  • Também aumentamos a limitação de taxa para hits de evento. Agora é possível enviar 10 hits, com 1 hit adicional por segundo (antes, você só podia enviar 1 hit a cada 5 segundos). No entanto, o limite de 500 hits por sessão não foi alterado.
  • Os cookies __utmv agora são criados com um separador de variáveis diferente (acentos circunflexos, em vez de vírgulas) para serem usados com RFCs. Isso corrigirá alguns dos problemas relacionados à codificação de cookies.

Novidades desta versão:

  • Documentação:

    • O ReadMe.txt foi atualizado e agora leva ao site da documentação.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos o gerenciamento do acompanhamento automático do URL de destino do Google Play.
    • O parâmetro "referrer" de setReferrer agora pode ser codificado pelo URL.

Alterações na coleta de dados da velocidade do site:

  • Os dados de velocidade do site agora são coletados automaticamente para todas as propriedades da Web a uma taxa de amostragem de 1%. A função _trackPageLoadTime, que precisava coletar essas informações, deixou de ser usada.
  • Já é possível ajustar a taxa de amostragem padrão com a nova função _setSiteSpeedSampleRate.
  • Se um caminho virtual for utilizado na chamada _trackPageview, ele também passará a ser associado aos dados de velocidade do site coletados nessa página.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • O banco de dados foi transferido do diretório "Documentos" para "Biblioteca".
    • O SDK não retorna mais NSAsserts para erros no banco de dados SQLite.
    • Corrigimos uma falha que acontecia ao chamar trackPageview com uma string vazia.
    • Também corrigimos erros que ocorriam ao chamar vários métodos GANTracker depois de stopTracker.
    • Solucionamos diversos vazamentos de memória, incluindo um que chamava trackPageview por engano com um pageURL iniciado em "/".
  • Novos recursos:
    • Incluímos o método dispatchSynchronously.
    • Foram disponibilizadas várias constantes úteis (consulte GANTracker.h).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Interrompemos e processamos diversas SQLiteExceptions.
    • Corrigimos a exceção NullPointerException em stopSession quando essa sessão era chamada antes de startNewSession.
    • Corrigimos erros de memória insuficiente nos dispositivos HTC Thunderbolt e Motorola Droid Bionic.
    • Removemos o acesso desnecessário ao banco de dados no método de envio.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível marcar os eventos como "Sem interações" definindo o novo parâmetro opt_noninteraction do método _trackEvent() como true. Essa opção indica que os hits do evento em questão não afetarão a taxa de rejeição. Para saber mais, consulte a referência da ga.js.

O bug a seguir foi corrigido nesta versão:

  • Solucionamos um problema em que a propagação do parâmetro de URL gclid do Google AdWords em vinculações de sites internos gerava aumentos artificiais no número de visitas pagas.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Solucionamos um erro de barramento que acontecia ao tentar definir a sinalização dryRun antes de inicializar o rastreador.
    • Foi corrigido outro erro de barramento que ocorria ao tentar passar NULL para o erro.
    • Agora é possível usar o idioma correto no cabeçalho HTTP.
  • Novos recursos:
    • A sinalização anonymizeIp foi adicionada.
    • Incluímos o parâmetro sampleRate.
    • Agora é possível usar referências de campanhas.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos o bug no acompanhamento geral de referência de campanhas.
    • A sinalização anonymizeIp deixará de interferir no acompanhamento de campanhas.

Esta versão corrigiu um bug que causava dois eventos: um número artificialmente maior de visitas e/ou uma redução no número de novos visitantes de alguns sites. O primeiro afetava, em sua maioria, sites com tráfego orgânico e comportamentos específicos do usuário. O segundo evento acontecia apenas em sites que usavam uma configuração incompatível de acompanhamento com vários rastreadores.

Alterações nos cálculos da sessão:

  • Uma campanha por sessão: se uma nova campanha for lançada durante uma sessão existente, o script de acompanhamento passará a iniciar automaticamente uma outra sessão. Uma nova campanha será acionada quando houver alterações em qualquer um destes campos: "ID da campanha", "Nome", "Origem", "Mídia", "Termo", "Conteúdo" ou "GCLID".
  • O script de acompanhamento deixará de iniciar uma nova sessão caso o usuário feche o navegador.

Alterações no acompanhamento de vários domínios:

  • Não é mais preciso chamar _setAllowHash(false) ao configurar o acompanhamento de vários domínios. As páginas que já chamam _setAllowHash(false) continuarão funcionando, mas essa ação também deixará de ser necessária ao criar um novo site.
  • Agora, o script de acompanhamento tentará corrigir os parâmetros do vinculador que foram corrompidos por redirecionadores HTTP e navegadores. Cerca de 85% dos valores do vinculador que são descartados atualmente devido a alterações de codificação feitas por redirecionadores e navegadores passarão a ser restaurados e aceitos pelo script.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos vários problemas no gerenciamento do banco de dados.
    • Também corrigimos as exceções ao usar variáveis personalizadas.
    • Passaremos a utilizar o contexto do aplicativo em vez do contexto passado a ele.
    • Não serão mais criadas sessões fantasmas por engano.
  • Novos recursos:
    • Agora é possível definir as referências de campanhas a qualquer momento.
    • Incluímos a sinalização sampleRate.
    • A sinalização anonymizeIp foi adicionada.

Novidades desta versão:

  • O código de acompanhamento passou a adiar os hits de páginas pré-renderizadas até que elas sejam vistas pelo usuário. Se uma página dessas não for visualizada, nenhum hit será enviado. Esse recurso só está disponível para sites que usam o script de acompanhamento assíncrono. Saiba mais sobre a pré-renderização no blog da Central do webmaster do Google.

Esta versão contém diversas correções de bugs e refatorações, além de um novo recurso:

  • Agora é possível usar o acompanhamento social (_trackSocial).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Resolvemos a falha que acontecia ao usar variáveis personalizadas.
    • Também corrigimos os vazamentos de memória ao utilizar variáveis personalizadas.
  • Novos recursos:
    • Agora é possível usar hits de comércio eletrônico.
    • Incluímos a sinalização Debug.
    • A sinalização DryRun foi adicionada.
    • Passamos a exibir informações mais detalhadas sobre os erros do SQLite3.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:

    • Corrigimos a string userAgent formatada incorretamente.
  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar o Acompanhamento de comércio eletrônico.
    • Incluímos a sinalização debug.
    • A sinalização dryRun foi adicionada.

Os bugs a seguir foram corrigidos nesta versão:

  • Solucionamos um bug no acompanhamento de vários domínios que causava a codificação incorreta dos dados da campanha.
  • Foi corrigido um bug no acompanhamento de vários domínios que fazia com que os cookies fossem carregados a partir do URL mais de uma vez, gerando cookies incorretos.
  • Também corrigimos um bug nas variáveis personalizadas que fazia com que alguns valores ficassem codificados nos relatórios.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:

    • Corrigimos a codificação inadequada de espaços.
    • SQLiteExceptions não causará mais falhas nos aplicativos.
  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar variáveis personalizadas.

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo correções de bugs e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível usar o POST:

    • O código de acompanhamento já pode enviar beacons de acompanhamento muito maiores. Os beacons costumavam ser transmitidos por meio de solicitações HTTP GET, que só conseguem utilizar 2.048 caracteres em alguns navegadores e proxies. As solicitações que excedessem esse limite eram descartadas, e os dados nunca chegavam ao Google Analytics. A partir desta versão, as solicitações que incluírem mais caracteres serão enviadas por meio do POST HTTP, que não tem esse limite. O código de acompanhamento passou a aceitar até 8.192 caracteres.

Os bugs a seguir foram corrigidos nesta versão:

  • Solucionamos um bug que impedia o funcionamento adequado de _addIgnoredOrganic e _addIgnoredRef na primeira visita a um site.
  • Foi corrigido um problema em que o código de acompanhamento era executado em vários iframes.

Novidades desta versão:

  • Novos recursos:
    • Agora é possível usar variáveis personalizadas.
    • Adicionamos a versão NoThumb da biblioteca.

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo correções de bugs e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Novidades desta versão:

  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar o iOS 4.

Esta versão contém correções de bugs e a limpeza da API.

  • Correções de bugs:

    • Foi corrigido o bug de acompanhamento de eventos. Não é mais necessário chamar _initData ou _trackPageview primeiro para então chamar _trackEvent.
    • Atualizamos o snippet assíncrono para que ele possa ser colocado no cabeçalho de qualquer página sem causar problemas no IE 6 e 7. Consulte o guia de acompanhamento assíncrono para conhecer o novo snippet. Essa atualização foi feita em 22 de março de 2010.
    • A sintaxe assíncrona foi expandida para permitir a chamada de métodos no objeto _gat.
  • As APIs de inicialização do rastreador foram atualizadas de acordo com a sintaxe assíncrona. Além disso, as funções antigas foram desativadas.

    • Incluímos a função _gat._createTracker(opt_account, opt_name). Assim, os rastreadores poderão ser nomeados e, posteriormente, pesquisados pelo nome.Use essa opção no lugar de _gat._getTracker(account).
    • A função _gat._getTrackerByName(name) foi adicionada. Ela recupera o rastreador com o nome em questão.
    • Adicionamos também a função tracker._getName(). Ela mostra o nome informado ao rastreador quando ele foi criado.
    • Desativamos a função _gaq._createAsyncTracker(account, opt_name). Use no lugar dela _gat._createTracker.
    • A função _gaq._getAsyncTracker(name) foi desativada. Passe a utilizar _gat._getTrackerByName.
  • Consulte a referência do rastreador para ver detalhes sobre essas alterações na API.

Esta versão contém atualizações na lista de mecanismos de pesquisa padrão e novas funções para controlar o tempo limite dos cookies. Além disso, o snippet assíncrono do GA foi lançado e diminui o impacto da latência da ga.js na página.

  • Fizemos algumas atualizações na lista de mecanismos de pesquisa padrão.

    • Foram adicionados os mecanismos Naver, Eniro e Daum.
    • As opções Looksmart, Gigablast, Club-internet, Netsprint, Intera, Nostrum e Ilse foram removidas da lista.
  • Adicionamos funções para controlar o tempo limite de todos os cookies armazenados. As funções relacionadas existentes foram desativadas. Consulte a documentação da API JS para ver mais detalhes.

    • _setVisitorCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substituiu a função _setCookiePersistence.
    • _setSessionCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substituiu a função _setSessionTimeout.
    • _setCampaignCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substituiu a função _setCookieTimeout.
  • O snippet assíncrono do GA foi lançado. Veja a documentação relacionada para saber como usá-lo.

  • Desativamos a função _setVar. As variáveis personalizadas substituíram _setVar. Consulte a documentação para ver mais detalhes.

Novidades desta versão:

  • Adicionamos uma nova função para recuperar variáveis personalizadas no nível do visitante. Consulte a documentação da função para ver mais detalhes.

    • _getVisitorCustomVar(index)
  • Em vez de aguardar window.onload, o conteúdo de cobertura do site passará a ser carregado assim que a ga.js for executada.

Novidades desta versão:

  • Adicionamos um parâmetro booleano opcional à função _addOrganic para especificar se as novas origens orgânicas são incluídas no início ou fim da lista das origens desse tipo. Consulte a documentação para ver mais detalhes.

    • _addOrganic(newOrganicEngine, newOrganicKeyword, opt_prepend)

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo melhorias de desempenho e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Esta versão contém várias correções de bugs e melhorias de desempenho:

  • Agora oferecemos uma codificação adequada para termos de pesquisa em pesquisas orgânicas, informações sobre o caminho da página da Web para (utmp) e valores definidos pelo usuário quando a versão atual da biblioteca for utilizada com o vinculador (ou seja, as funções _link e _linkByPost.
  • O mecanismo Rambler foi adicionado à lista de pesquisa orgânica.
  • Foi corrigida a análise da pesquisa orgânica no mecanismo http://kvasir.no.
  • Incluímos novos mecanismos de pesquisa orgânica definidos pelo usuário no topo da lista.
  • A função desativada _trackEvent(action, label, value) foi removida e substituída por _trackEvent(category, action, label, value).
  • Os URLs de referenciadores agora são armazenados com distinção entre maiúsculas e minúsculas. Por exemplo: www.dominio.com/PaGiNa.HtMl será diferenciado.
  • Adicionamos um limite de 1.200 caracteres ao tamanho do token do GASO.
  • Também incluímos uma nova função para permitir a modificação dos tempos limite padrão dos cookies: _setCookiePersistence(timeout).