Configurar o smart tap com a API

Nesta página, descreveremos como usar uma API para configurar o smart tap.

Criar uma conta do emissor de resgate para o smart tap

Para criar uma conta do emissor de resgate, execute estas três tarefas:

  1. Crie uma conta do emissor.
  2. Atribua chaves públicas e versões da chave.
  3. Receba o código do coletor gerado automaticamente.

Criar uma conta do emissor

Para criar contas de emissor com a API, consulte Criar contas de emissor programaticamente.

Para criar uma conta do emissor manualmente, solicite acesso à API Google Pay for Passes.

Atribuir chaves públicas e versões da chave

A chave pública e a versão da chave são fornecidas pelo fornecedor do terminal.

Para atribuir chaves públicas e versões da chave, use uma chave da conta de serviço autorizada a fim de fazer uma chamada REST para o seguinte endpoint:

PATCH https://www.googleapis.com/walletobjects/v1/issuer/<issuerid>

Inclua o seguinte no corpo da chamada REST:

{
  "smartTapMerchantData": {
    "authenticationKeys": [{
        "id": 1,
        "publicKeyPem": "<my_public_key>"
      },
      {
        "id": 2,
        "publicKeyPem": "..."
      }
    ]
  }
}

A resposta inclui o corpo enviado e um campo extra, smartTapMerchantData.smartTapMerchantId. Este é o código do coletor da conta do emissor de resgate. Forneça o código do coletor e outras informações ao provedor do terminal e ao comerciante para Ativar um comerciante para o smart tap.

Para mais informações sobre como usar o endpoint do emissor, consulte a referência de API.

Receber o código do coletor gerado automaticamente

Há outra maneira de visualizar o código do coletor. Use uma chave da conta de serviço autorizada a fim de fazer uma chamada REST para o seguinte endpoint:

GET https://www.googleapis.com/walletobjects/v1/issuer/<issuerid>

A resposta inclui o campo smartTapMerchantData.smartTapMerchantId. Este é o código do coletor da conta do emissor de resgate. Forneça o código do coletor e outras informações ao provedor do terminal e ao comerciante para ativar um comerciante para o smart tap.

Para mais informações sobre como usar o endpoint do emissor, consulte a referência de API.

Ativar um cartão para resgate do smart tap

Para configurar classes e objetos de modo que os cartões possam ser resgatados com o smart tap, siga as instruções nesta seção.

Se os valores abaixo e a conta do emissor do resgate estiverem configurados corretamente, o cartão mostrará um ícone de comunicação a curta distância (NFC, na sigla em inglês) no Google Pay. Somente os comerciantes que configurarem terminais compatíveis com o smart tap poderão resgatar cartões com o ícone NFC.

Configurar classe

Para configurar uma classe de modo que os objetos sejam compatíveis com NFC, faça uma solicitação de patch e defina estes valores:

  class.enableSmartTap = true
  class.redemptionIssuers[] = ["issuer_id_1",... ,"issuer_id_n"]

Depois que você definir as propriedades da classe acima, todos os objetos nessa classe serão compatíveis com NFC. Para ver um ícone NFC, configure o objeto para o smart tap e os emissores de resgate. Para determinar os emissores de resgate, consulte Determinar a conta do emissor de resgate.

Configurar o objeto

Para configurar um objeto para ser compatível com NFC, configure a classe para o smart tap. Em seguida, defina o seguinte valor que será transmitido do seu cartão para o terminal:

  object.smartTapRedemptionValue = "string value to be conveyed over NFC"

Esse valor é transmitido ao tocar no NFC. Consulte Valor transmitido pelo cartão para mais detalhes.