Dados de local

Um dos recursos exclusivos dos aplicativos para dispositivos móveis é o reconhecimento de local. Os usuários levam os aparelhos para todo lugar, e o reconhecimento de local oferece uma experiência mais contextual.

Amostras de código

O repositório ApiDemos no GitHub inclui exemplos que demonstram o uso do local em um mapa:

Trabalhar com dados de local

Os dados disponíveis para um dispositivo Android incluem a localização atual do aparelho (identificado usando uma combinação de tecnologias), a direção e o método de movimento, e se o dispositivo foi movido em uma fronteira geográfica predefinida ou virtual. Há diversas formas de trabalhar com os dados de local, dependendo das necessidades do aplicativo:

  • A camada My Location oferece uma maneira simples de mostrar a localização de um dispositivo no mapa. Ela não fornece dados.
  • A API Location do Google Play Services é recomendada em todas as solicitações programáticas para os dados de local.
  • A interface LocationSource permite que você indique um provedor de local personalizado.

Permissões de localização

Se seu app precisar acessar o local do usuário, solicite permissão adicionando a permissão de localização relevante do Android.

O Android oferece duas permissões desse tipo: ACCESS_COARSE_LOCATION e ACCESS_FINE_LOCATION. A permissão escolhida determina a precisão do local retornado pela API. Você só precisa solicitar uma delas, dependendo do nível de precisão necessário:

  • android.permission.ACCESS_COARSE_LOCATION: permite que a API use dados móveis ou de Wi-Fi (ou ambos) para determinar a localização do dispositivo. A API retorna o local com uma precisão de aproximadamente um quarteirão.
  • android.permission.ACCESS_FINE_LOCATION: permite que a API determine a localização mais exata possível com base nos provedores de local disponíveis, incluindo o Sistema de Posicionamento Global (GPS), além de dados móveis e de Wi-Fi.

Adicionar as permissões ao manifesto do app

Adicione uma das seguintes permissões como filha do elemento <manifest> no seu manifesto do Android. A permissão de localização aproximada:

<manifest xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
    package="com.example.myapp" >
  ...
  <uses-permission android:name="android.permission.ACCESS_COARSE_LOCATION"/>
  ...
</manifest>

Ou a permissão de localização exata:

<manifest xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
    package="com.example.myapp" >
  ...
  <uses-permission android:name="android.permission.ACCESS_FINE_LOCATION"/>
  ...
</manifest>

Solicitar permissões de tempo de execução

O Android 6.0 (Marshmallow) introduziu um novo modelo de gerenciamento de permissões, que otimiza o processo na instalação e atualização de apps. Se seu aplicativo segmenta o nível de API 23 ou superior, você pode usar o novo modelo de permissões.

Se o app for compatível com esse novo modelo e o dispositivo executar o Android 6.0 (Marshmallow) ou versões mais recentes, o usuário não precisará conceder permissões quando instalar ou atualizar o aplicativo. Enquanto estiver aberto, o app precisará verificar se a permissão necessária existe e solicitá-la, se necessário. O sistema exibe uma caixa de diálogo solicitando a permissão ao usuário.

Para oferecer a melhor experiência, é importante solicitar a permissão no contexto. Se o local for essencial para o funcionamento do seu app, solicite a permissão de localização na inicialização do aplicativo. Uma boa maneira de fazer isso é com uma tela de boas-vindas ou um assistente que informe aos usuários por que a permissão é necessária.

Se ela só for necessária para alguns recursos, você deverá solicitá-la quando o aplicativo executar a ação relacionada.

Caso o usuário não conceda permissão, o app precisará tratar a situação com normalidade. Por exemplo, se ela for necessária para um recurso, basta desativar a função relacionada. Se a permissão for essencial para o funcionamento do aplicativo, o app pode desativar todos os recursos e informar que ela é necessária.

A amostra de código a seguir verifica se há permissão usando a Biblioteca de Suporte antes de ativar a camada "My Location":

if (ContextCompat.checkSelfPermission(this, Manifest.permission.ACCESS_FINE_LOCATION)
        == PackageManager.PERMISSION_GRANTED) {
    if (mMap != null) {
        mMap.setMyLocationEnabled(true);
    }
} else {
    // Permission to access the location is missing. Show rationale and request permission
    PermissionUtils.requestPermission(this, LOCATION_PERMISSION_REQUEST_CODE,
        Manifest.permission.ACCESS_FINE_LOCATION, true);
}

O exemplo a seguir processa o resultado da solicitação de permissão implementando o ActivityCompat.OnRequestPermissionsResultCallback da Biblioteca de Suporte:

@Override
public void onRequestPermissionsResult(int requestCode, @NonNull String[] permissions, @NonNull int[] grantResults) {
    if (requestCode != LOCATION_PERMISSION_REQUEST_CODE) {
        return;
    }

    if (PermissionUtils.isPermissionGranted(permissions, grantResults, Manifest.permission.ACCESS_FINE_LOCATION)) {
        // Enable the my location layer if the permission has been granted.
        enableMyLocation();
    } else {
        // Permission was denied. Display an error message
        // ...
    }
}

Se você quiser ver mais amostras de código e práticas recomendadas para as permissões de tempo de execução do Android, consulte a documentação do modelo de permissões do Android.

Camada "My Location"

Você pode usar a camada e o botão "Meu local" se quiser mostrar ao usuário a posição atual dele no mapa. Chame mMap.setMyLocationEnabled() para ativar a camada "My Location".

O exemplo a seguir mostra um uso simples da camada "My Location":

public class MyLocationDemoActivity extends FragmentActivity
    implements OnMyLocationButtonClickListener,
        OnMyLocationClickListener,
        OnMapReadyCallback {

  private GoogleMap mMap;

  @Override
  protected void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
    super.onCreate(savedInstanceState);
    setContentView(R.layout.my_location_demo);

    SupportMapFragment mapFragment =
        (SupportMapFragment) getSupportFragmentManager().findFragmentById(R.id.map);
    mapFragment.getMapAsync(this);
  }

  @Override
  public void onMapReady(GoogleMap map) {
    mMap = map;
    // TODO: Before enabling the My Location layer, you must request
    // location permission from the user. This sample does not include
    // a request for location permission.
    mMap.setMyLocationEnabled(true);
    mMap.setOnMyLocationButtonClickListener(this);
    mMap.setOnMyLocationClickListener(this);
  }

  @Override
  public void onMyLocationClick(@NonNull Location location) {
    Toast.makeText(this, "Current location:\n" + location, Toast.LENGTH_LONG).show();
  }

  @Override
  public boolean onMyLocationButtonClick() {
    Toast.makeText(this, "MyLocation button clicked", Toast.LENGTH_SHORT).show();
    // Return false so that we don't consume the event and the default behavior still occurs
    // (the camera animates to the user's current position).
    return false;
  }
}

Quando essa camada está ativada, o botão "Meu local" aparece no canto superior direito do mapa. Quando um usuário clica no botão, a câmera centraliza a visualização no local atual do dispositivo, se for conhecido. A localização será indicada no mapa como um pequeno ponto azul se o dispositivo estiver parado ou como uma seta se estiver em movimento.

A captura de tela a seguir mostra o botão "Meu local" no canto superior direito e o ponto azul relacionado no centro do mapa:

Para impedir que o botão "Meu local" seja exibido, chame UiSettings.setMyLocationButtonEnabled(false).

Seu app pode responder aos seguintes eventos:

Nossos Termos de Serviço

Proteja a privacidade dos usuários
compartilhando atualizações com eles

Sempre informe os usuários como você utilizará os dados deles e não permita a identificação de usuários individuais. Solicite o consentimento antes de usar o local deles e permita que revoguem essa autorização a qualquer momento.

Saiba mais

API Location do Google Play Services

A API Location do Google Play Services é o método preferido para adicionar o reconhecimento de local ao seu aplicativo para Android. Ela inclui recursos que permitem:

  • determinar a localização do dispositivo;
  • Ouvir as mudanças de local.
  • Determinar o meio de transporte, se o dispositivo está em movimento.
  • criar e monitorar regiões geográficas predefinidas, conhecidas como fronteiras geográficas virtuais.

Com as APIs Location, é mais fácil criar aplicativos com reconhecimento de local e baixo consumo de bateria. Assim como o Maps SDK for Android, a API Location é distribuída como parte do Google Play Services SDK. Para mais informações sobre essa API, consulte a classe de treinamento Como permitir o reconhecimento de local do seu app do Android ou a Referência da API Location. Exemplos de código são incluídos como parte do Google Play Services SDK.